Secretário de Saúde recebe as primeiras 30 doses da CoronaVac - Davinópolis | Prefeitura Municipal
Mapa do site Acesso à Informação
Telefones Úteis
Acessibilidade
Alto contraste
Tamanho da Fonte:
A+
A
A-
Mapa do site Teclas de atalho
Alto contraste
Tamanho da Fonte:
A+
A
A-
Gabinete do Prefeito
64 3697-1150
Gabinete do Prefeito
64 3697-1150
Gabinete do Vice-Prefeito
64 3697-1150
Gabinete do Vice-Prefeito
64 3697-1150
Secretaria de Administração
64 3697-1150
Secretaria de Administração
64 3697-1150
Secretaria de Educação e Cultura
64 3697-1150
Secretaria de Educação e Cultura
64 3697-1150
Secretaria da Fazenda
64 3697-1150
Secretaria da Fazenda
64 3697-1150
Secretaria de Saúde e Saneamento Básico
64 3697-1150
Secretaria de Saúde e Saneamento Básico
64 3697-1150
Secretaria de Cidadania e Assistência Social
64 3697-1150
Secretaria de Cidadania e Assistência Social
64 3697-1150
Secretaria de Obras e Serviços Públicos
64 3697-1150
Secretaria de Obras e Serviços Públicos
64 3697-1150
Secretaria de Indústria, Comércio, Turismo e Eventos
64 3697-1150
Secretaria de Indústria, Comércio, Turismo e Eventos
64 3697-1150
Secretaria de Meio Ambiente
64 3697-1150
Secretaria de Meio Ambiente
64 3697-1150
Secretaria de Esporte e Lazer
64 3697-1150
Secretaria de Esporte e Lazer
64 3697-1150
Secretaria de Transporte
64 3697-1150
Secretaria de Transporte
64 3697-1150
Secretaria de Habitação e Urbanismo
64 3697-1150
Secretaria de Habitação e Urbanismo
64 3697-1150
Secretaria de Pecuária, Agricultura e Pesca
64 3697-1150
Secretaria de Planejamento e Regulação
64 3697-1150
Secretaria de Planejamento e Regulação
64 3697-1150

Você está em: Início / Notícias /

Notícias

Secretário de Saúde recebe as primeiras 30 doses da CoronaVac

Um sentimento de esperança chegou para todos os brasileiros que há um ano vivem cheios de incertezas em meio a pandemia da Covid-19. A tão sonhada vacina foi aprovada pela Anvisa e, nesta segunda-feira, dia 18, começou a ser distribuída pelo Ministério da Saúde e Secretaria de Estado de Saúde de Goiás aos municípios. No Estado de Goiás, o carregamento de mais de 87 mil imunizantes da CoronaVac chegou em Anápolis e foi encaminhado para os 246 municípios.

Davinópolis já recebeu 400 seringas de 3ml, e o prefeito Diogo Rosa Nunes e o secretário de saúde Winas Martins Borges receberam, na manhã desta terça (19/1), as primeiras 30 doses da vacina e começará o processo de imunização na manhã desta quarta (20).

De acordo com o secretário de saúde de Davinópolis, Winas Martins Borges, as primeiras 30 doses serão para imunizar os profissionais de saúde que estão na linha de frente ao enfrentamento a Covid-19, seguindo todas as orientações e protocolos do Ministério da Saúde para imunização contra a Covid-19.

“Esse quantitativo foi determinado pelo Ministério da Saúde e seguimos o Programa Nacional de Imunização. Infelizmente, ainda é um número pequeno de doses, mas já é um começo. Por conta disso, teremos que atender a prioridade da prioridade neste primeiro momento. Então vamos imunizar primeiramente os profissionais da Saúde que estão na linha de frente do combate a Covid-19, principalmente os que estão inseridos nos grupos de maiores riscos de contágio da doença”, destacou o secretário.


OUTRAS FASES – Quando o Município receber mais doses da vacina, nas próximas fases de imunização, serão contemplados os idosos e pessoas com comorbidades e portadores de doenças crônicas. Lembrando que o cronograma de vacinação pode ser alterado a qualquer momento, conforme orientações do Ministério da Saúde.


“Esse momento é muito importante para todos nós e traz esperança de dias melhores. Foram muitos desafios, que ainda continuamos tendo, mas a vacina chegou é graças à Deus, até hoje não tivemos nenhuma perda e que assim continue até todos os davinopolinos serem imunizados, lembrando que as medidas de prevenção devem continuar. A administração municipal na pessoa do prefeito Diogo Rosa tem buscado alternativas para celeridade do processo, mas a população precisa entender que nem tudo depende de nós. O Instituto Butantan está proibido de vender vacinas e nesse momento os municípios só recebem os imunizantes via Ministério da Saúde”, conclui Winas Martins Borges.

COMPARTILHAR: